Conhecemos a história de dois casais, Murilo e Letícia e Eva e Stephan. Murilo e Letícia estão em uma viagem de carro, quando de repente, por conta da estrada ruim, sofrem um acidente, Ela sai sem nenhum arranhão, enquanto Murilo, fica gravemente ferido e precisa de um transplante.

Sem nenhum doador para Murilo, Letícia descobre que ele tem um irmão gêmeo, e começa uma procura para achá-lo e salvar a vida de seu namorado.

Do outro lado conhecemos Eva e Stephan, um casal que acaba de chegar da Alemanha, onde estão fugindo da guerra. Eles acabam se separando do grupo e ficam perdidos no meio da floresta, depois de uma desgastante caminhada, eles decidem ficar por ali e fazer sua morada, até que encontram um casal com uma menina, também fugindo da guerra. Ali começa uma nova amizade e o começo de uma família entre eles.



Foi uma leitura um pouco confusa, pois ambas as histórias eram de épocas diferentes, e você não imaginava até eles tocarem em datas. E por não ter o nome de quem narrava o capítulo, dificultava um pouco as coisas também.

É uma leitura leve e rápida, você vai ficar se perguntando se essas duas histórias tem alguma ligação. Você irá descobri se Letícia achou o irmão/doador para Murilo, e como será a adaptação de Eva e Stephan em um país distante e começando do zero.


Informações:


  • Título: Quando os dias eram azuis
  • Autor: Samara Wobeto
  • Ano: 2017
  • Páginas: 176
  • Idioma: português
  • Editora: Café Pequeno Edições
  • SKOOB


Capa e Sinopse:



Leti estava no céu! Vivia o amor!Mas os dias que eram azuis tornaram-se nebulosos, a tranquilidade foi substituída pela tormenta e a brisa leve que compunha o cenário tornou-se vento enfurecido.Leti estava prestes a perder Murilo para a sombra da morte.Tinha pouco tempo para encontrar Lucas e salvar seu amado.Em meio às intempéries da vida e à fúria dos acontecimentos, ela tinha saudade de...Quando os dias eram azuis...


10 Comentários

  1. Já está na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  2. Você Arraza na resenha garota, (obs:adoro borboletas, ainda mais se forem azuis)

    ResponderExcluir
  3. Que livro é esse?! 😱 já começa com um acidente, bem loko kkk

    ResponderExcluir
  4. Amei a capa e a resenha,vou colocar na lista de leitura

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cah! Eu não entendi muito, e pela sua resenha percebi que para entender mais um pouco só se ler. Porém, confesso que não me animou muito. Quem sabe mais para frente. Beijos para você, miga!

    ResponderExcluir